Dona Ivone

Caminhando na rua a contemplar por trás dos óculos escuros rostos e linhas alheias, é que eu vi as linhas da Dona Ivone. Contavam a história da Dona Ivone. Não, Dona Ivone é que contava sua história através das suas linhas. Com a delicadeza de uma senhora de mais de sessenta anos que sofreu tanto que nem fica triste, Dona Ivone explicou como foi parar naquele mundo sujo de tão puro nas suas justificativas e, com muito orgulho de ser uma pessoa honesta e verdadeira, que quer agora vender cachorro quente. Meus olhos, que já são meio enrugados também de chorar demais, ainda não conseguem refletir a força das linhas do rosto de Dona Ivone. A mim, portanto, só restou chorar.

Fazia um tempo que eu não chorava tanto. Vendo Dona Ivone contar sobre as suas conclusões de uma vida que parece tão pouca do império vazio do meu egoísmo, eu nem sei se chorei de pena dela ou de pena de mim mesmo, egoísta que sou. Pudera eu fazer tanto, tirar tanto proveito de um pedacinho de simplicidade como a Dona Ivone faz. Ouvindo Dona Ivone eu descobri que a humanidade não precisa de pecado algum para merecer o inferno. Dona Ivone e seus sessenta anos de vida me fizeram pensar em como deve ser sentir o peso de viver, se eu sempre cedo ao peso dos meus sonhos irrealizáveis. Me fez pensar em minha mãe. Me fez pensar no amor e na falta dele. Não, só na falta dele, que é muita.

Porque Dona Ivone talvez não tenha nem consciência de que sim, ela tem o direito de ficar triste nem que seja só por um dia. Não, tia velha não deve ter direito algum, deve pensar ela. Ou ela é triste e acha que é feliz só porque nunca experimentou a felicidade. Mas quem já experimentou a felicidade? Quando eu penso na falta do sentimento de ausência-de-felicidade que a Dona Ivone não tem, me dá mais ainda vontade de chorar. Eu, que só sei sentir e sofrer essa ausência de felicidade que nunca me completa, choro de pena da humanidade, por não entender dessa vida tanto quanto entende Dona Ivone. Acontece que eu sou só mais um.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s